quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Primavera

Ah! Como eu amei naquele começo de primavera.
Meus pés descalços namoravam os dele esborrifando
as folhas caídas ao chão despedidas do outono.
Ah!Como eu amei naquele começo de primavera.
Minha mãos tatuavam o corpo dele, com areia
fininha que escorria entre meus dedos,
marcando meus mais íntimos desejos.
Ah! Como eu amei naquele começo de primavera.
Meu corpo escondia-se do dele, por entre os lençóis
de algodão cheiroso saído dos campos.
A barba dele roçava meu rosto, que enrubescia,
como morangos deliciosamente maduros.
Ah! Como eu amei naquele começo de primavera.
Faz tempo? Muito? nem sei e não me importa.
O que até hoje me dá sabor é que a primavera, novamente, chegou.
E por certo, sempre se ama...na primavera.
Pássaros e flores tornam-se nossos amantes.
E como magia atraímos os semelhantes...

Um comentário:

Lara disse...

Que lindo amiga!
A primavera com certeza é a estação do amor e tu sempre AMA muito!
Te-amo-lhe.
Beijocas